quinta-feira, 20 de abril de 2017





Caros/as sócios/as e amigos/as da Civitas,

No 43º aniversário da Revolução de Abril, a Civitas em parceria com a Livraria 100ª Página e a colaboração da Biblioteca Lúcio Craveiro da Silva, levam a efeito a apresentação do livro "Quando Portugal Ardeu", com a presença do seu autor Miguel Carvalho.

 A iniciativa terá lugar na Biblioteca Lúcio Craveiro da Silva, no próximo dia 24, pelas 21h30.

"Quando Portugal Ardeu", constitui um documento de importância maior, pela investigação aprofundada que faz dos acontecimentos do período revolucionário, nomeadamente na região norte e no distrito de Braga, em particular.

"Quem foram as primeiras vítimas mortais da democracia? Por que razão foram assassinados Padre Max, Rosinda Teixeira e Joaquim Ferreira Torres? Quem protegia e que segredos escondia a rede bombista de extrema-direita? Como enfrentou o .cônsul dos EUA no Porto o PREC? O que relatam os diários do norueguês baleado no Verão Quente de 1975? Como é que a Igreja mobilizou e abençoou a luta contra o «comunismo»? O que sabia a PJ sobre o terrorismo político e tudo o que nunca chegou a julgamento? Com recurso a centenas de documentos, entrevistas e testemunhos inéditos, esta investigação jornalística traz à luz do dia histórias secretas ou esquecidas do pós-25 de Abril. Quando Portugal ardeu e esteve à beira da guerra civil." (da sinopse do livro).  http://www.leyaonline.com/pt/livros/historia-e-politica/historia-de-portugal/quando-portugal-ardeu/#sthash.wQqEum3p.dpuf

Temos, assim, o grato prazer de convidar todos/as a participar nesta sessão cuja realização se revestirá de um carácter muito especial pela importância histórica e simbólica do tema e a evocação do 43º aniversário do 25 de Abril.

Traz um/a amigo/a também.

Saudações Cidadãs


O Presidente da Civitas

Fernando Coelho

Sem comentários:

Publicar um comentário

Deixe aqui o seu comentário!